Artigo | 24/08/2015

Metas não podem ficar abertas ou ser dobradas!

Pode parecer instrução de rótulo de produto frágil, e na verdade é mesmo.

A meta se refere ao resultado final a ser alcançado. Metas bem estabelecidas auxiliam o gestor a selecionar quais atividades serão executadas, por quem serão realizadas e quando serão cumpridas, portanto metas abertas não são metas de verdade.

Se não forem bem cuidadas, as metas perdem seu principal valor: seu poder motivador, enquanto o gerente (ou a Presidente) que as formulou perde sua credibilidade.

Metas: são pontos de referências mais elevadas que os valores padrões praticados, e sustentam o conceito de melhoria contínua, e por definição devem ser mensuráveis.

E nada pior para o moral e a motivação da equipe do que dobrar a meta depois de quase alcançada, imaginem a motivação que um maratonista teria ao concluir os 42 e poucos km da maratona, e fosse informado que a linha de chegada (devido ao grande sucesso da corrida, ou para aumentar o prestigio do gerente ou da Presidente) tinha sido afastada para 42 quilômetros à frente.

Decio Wertzner - Fazer Segurança T&C - agosto/2015