Artigo |06/12/2017

Artigo: O que são área classificadas?

Área Classificada é o local onde a presença de uma “atmosfera explosiva” é tal que exige precauções para a construção, instalação e utilização de equipamentos que possam liberar energia (calor, eletricidade etc.).

Precisamos agora conceituar “atmosfera explosiva”, que é a mistura do ar com uma substância inflamável na forma de gás, vapor, névoa ou poeira, em cuja presença, havendo uma fonte de ignição, a combustão se propaga através da mistura.

Mas sabemos que não é qualquer mistura ar – combustível que é capaz de explodir. Para que isso ocorra, a concentração da mistura precisa estar situada entre dois limites: LIE e LSE.

LIE ou limite inferior de explosividade é a menor concentração de uma substancia que misturada com o ar forma uma mistura inflamável, e o

LSE - limite superior de explosividade que é a maior concentração de uma substancia que misturada com o ar forma uma mistura inflamável.

Dessa forma, estando a concentração da mistura situada na zona explosiva (concentração acima do LIE e abaixo do LSE) e na presença de uma fonte de ignição, a explosão ocorrerá.

Nas áreas classificadas ou atmosferas explosivas é possível encontrar diferentes fontes de ignição capazes de iniciar uma deflagração.

Podem ser elas, de origem elétrica como: sensores, transmissores, circuitos eletrônicos em geral, tomadas, painéis, luminárias, condutores nus, esteiras. De origem mecânica como: moinhos, separadores etc., ou ainda de origem eletrostática: por fricção, rolamento e no transporte e transferência de líquidos inflamáveis.

A classificação das áreas perigosas é feita usando o conceito de zonas , que identificam a probabilidade da presença de materiais inflamáveis.

Áreas classificadas são divididas em zonas 0, 1 e 2 para gases, vapores e névoas, de acordo com a ABNT NBR IEC 60079-10

Zona 0 - Local onde a ocorrência de mistura inflamável/explosiva é contínua, ou existe por longos períodos.

Zona 1 - Local onde a ocorrência de mistura inflamável/explosiva é provável de acontecer em condições normais de operação do equipamento no processo.

Zona 2 - Local onde a ocorrência de mistura inflamável explosiva é pouco provável de acontecer, e se ocorrer será por curtos períodos.

Áreas classificadas são divididas em zonas 20, 21 e 22 para poeiras combustíveis, também de acordo com a IEC 60079-10.

Zona 20 - a mistura explosiva é encontrada na maior parte do tempo.

Zona 21 - a mistura explosiva ocasionalmente será encontrada.

Zona 22 - a ocorrência de atmosfera explosiva devido a dispersão da poeira acumulada, é improvável, e se ocorrer será por curto tempo.

No próximo artigo iremos abordar a classificação de áreas e onde utilizar os diversos tipos de proteção. Até lá.

Decio Wertzner – Fazer Segurança – dezembro/2017.