Notícias |09/11/2015


Minas Gerais tem 42 barragens sem estabilidade garantida

Das 735 barragens existentes em Minas Gerais, 42 não tem garantia de estabilidade, segundo relatório da Fundação Estadual do Meio Ambiente, apesar disso essas barragens continuam em operação.

Como é possível que barragens que não são consideradas estáveis, recebam permissão para continuar funcionando? Indaga a superintendente da Associação Mineira de Defesa do Ambiente, Maria Dalce Ricas.

As barragens da Samarco que romperam na cidade de Mariana, haviam recebido a aprovação dos auditores, que as consideraram estáveis. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente de Minas Gerais, quando um auditor constata que não pode garantir a estabilidade de uma barragem, a empresa é acionada para tomar providencias para corrigir os problemas, mas a estrutura não é interditada.

Para o Grupo de Estudos em Temáticas Ambientais (Gesta UFMG), o desmoronamento em Mariana não pode ser visto como um caso isolado, “os deslizamentos são o resultado de problemas no processo de licenciamento ambiental. Em várias obras estão acelerando o processo de licenciamento e queimando etapas, acham que é mera burocracia, mas na realidade é um processo que pode evitar acidentes”.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano