Notícias |07/12/2015


Setor elétrico apura aumento no número de acidentes

O Ministério Público do Trabalho em São Paulo, representado pela procuradora Mariana Flesch Fortes, responsável pela Codemat (Coordenadoria de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho) em São Paulo, participou de audiência coletiva organizada pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo, no dia 19/11, para esclarecimentos, por parte das empresas do setor elétrico, sobre o aumento no número de acidentes no ambiente de trabalho.

Representantes de mais de 40 grandes empresas do setor elétrico foram notificados a apresentarem documentação que comprovem o atendimento das normas laborais, a exemplo do SESMT( Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) e da Análise de Acidentes do Trabalho.

Segundo dados do Relatório de Estatísticas de Acidentes do Trabalho do Setor Elétrico Brasileiro elaborado pela Fundação Comitê de Gestão Empresarial (Funcoge), entre 2005 e 2011 foram registrados 593 acidentes fatais envolvendo operários do setor elétrico no país.

Desse total, 93 acidentes vitimaram de forma fatal trabalhadores contratados pelas empresas e 446 trabalhadores terceirizados do setor. Segundo os sindicalistas esses números cresceram ainda mais nos últimos anos.

Além de verificar as condições atuais dos trabalhadores das empresas, neste primeiro momento a ação tem propósito de prevenir acidentes e estimular a capacitação em todo o Estado. Em uma segunda etapa, as empresas serão visitadas e haverá inspeções nas instalações e verificação das condições em que os serviços são realizados.

Além do MPT-SP, estiveram presentes dos Sindicatos dos Eletricitários e dos Engenheiros, do setor de Fiscalização de Saúde e Segurança do Trabalho da Superintendência e do Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec).

Fonte: MPT com Revista Proteção